Alice da CGU

Título

Alice da CGU

Descrição

Órgão responsável Controladoria Geral da União - CGU
Acesso Não informado
Desenvolvimento da ferramenta Equipe interna
Acesso ao algorítmo da ferramenta Não
Código Aberto Não
Categorias de aplicação Estimativas de risco (incluindo detecção de fraudes)
Método estatístico utilizado pela ferramenta Métodos baseados em árvore de decisão (incluindo florestas aleatórias e XGBoost), Processamento de linguagem natural
Outputs da ferramenta Probabilidade de determinado caso apresentar fraude ou irregularidade
Grau de apoio oferecido pela ferramenta A ferramenta faz diagnósticos, mas não sugere ações.
No desenvolvimento e/ou implementação da ferramenta, foi considerada a obrigatoriedade de revisão humana das decisões automatizadas? Sim
Se a resposta anterior foi positiva, descreva as questões envolvidas e a decisão tomada. A ferramenta Alice informa sobre possíveis irregularidades em licitações, cabendo ao auditor analisar o caso concreto.
No desenvolvimento e/ou implementação da ferramenta, foram considerados possíveis vieses em seu desempenho? Por exemplo: sua eficácia é melhor com determinados grupos? Não
Se a resposta anterior foi positiva, descreva os possíveis vieses e a decisão tomada a respeito. -
Foi verificado algum desses impactos no fluxo de trabalho do órgão com a utilização da ferramenta? Impacto na produtividade do órgão
Há métricas para medir a eficácia da ferramenta? Sim
Se a resposta anterior foi sim, descreva a métrica. Monitoramento das auditorias preventivas realizadas com base na ferramenta Alice, utilizando-se o sistema internado CGU (e-aud)
Quais são os principais conjuntos de features/variáveis usados como entrada para treinar a ferramenta? Por exemplo: região e IDH de um município para um sistema de estimativa de risco de fraudes; presença no cadastro positivo para concessão de crédito. Dados de compras governamentais realizadas
Existe a necessidade da utilização de dados pessoais para treinar a ferramenta? Não
Existe a necessidade da utilização de dados sigilosos para treinar a ferramenta? Não
Comentário do órgão O objetivo geral do Projeto Alice 2.0 da CGU é o de alertar a Gestão Pública quanto a riscos nas contratações e evitar despesas irregulares por meio do cancelamento de pregões desnecessários ou com indícios de fraudes, ou por meio de ajustes nos itens a serem licitados para redução de valor e quantidade estimada.

Arquivos

cgu.jpg

Referência

“Alice da CGU,” Catálogo de Uso de Inteligência Artificial por Órgãos Governamentais, acesso em 30 de junho de 2022, https://catalogoia.omeka.net/items/show/7.